Educação 5.0 e as Metodologias Ativas e Inovadoras: encantando e engajando o aluno na sala de aula

Please download to get full document.

View again

All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
 3
 
  1. Educação 5.0 e as Metodologias Ativas e Inovadoras: encantando e engajando o aluno na sala de aula Prof. Marcos BarrosPROGRAMA PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO EM…
Share
Transcript
  • 1. Educação 5.0 e as Metodologias Ativas e Inovadoras: encantando e engajando o aluno na sala de aula Prof. Marcos BarrosPROGRAMA PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS E MATEMÁTICA (CAA) E EDUMATEC.
  • 2. Imagine que você precise desenvolver uma atividade para despertar a criatividade do seu aluno. O que você faria?
  • 3. Criatividade Imaginação Curiosidade Combustíveis que Movem a Escola do Futuro
  • 4. O que eu devo fazer na escola para ser um professor INOVADOR?
  • 5. Inovação Educacional (CoPPEC) Processos intencionais, sistemáticos e participativos de produção, recontextualização e disseminação de novidades, que tenham a capacidade de promover o desenvolvimento do potencial dos atores da comunidade escolar, em termos pessoais, sociais e intelectuais.
  • 6. Inovação Pedagógica [...] conjunto de intervenções, decisões e processos, com certo grau de intencionalidade e sistematização, que trata de modificar atitudes, ideias, culturas, conteúdos, modelos e práticas pedagógicas. E, por sua vez, introduzir, em linha renovadora, novos projetos e programas, materiais curriculares, estratégias de ensino e aprendizagem, modelos didáticos e outras formas de organizar e gerir o currículo, a escola e a dinâmica da classe (CARBONELL, 2002, p. 19).
  • 7. Critérios de Inovação Educacional (CoPPEC) *Trabalho colaborativo; *Negociação entre diferentes atores; *Provocar mudanças na cultura, nos valores e atitudes da escola; *Ser um processo de recontextualização de um mesmo objeto por atores diferentes; *Assumir insucessos e contradições como algo intrínseco ao percurso de inovar; *Considerar o saber docente, as teorias educacionais e a prática pedagógica.
  • 8. Critérios de Inovação Pedagógica (CUNHA, 2018) -Ruptura com a forma tradicional de ensinar e aprender; -Gestão participativa; -Reconfiguração dos saberes; -Reorganização da relação teoria/prática; -Perspectiva orgânica no processo de concepção, desenvolvimento e avaliação da experiência desenvolvida; -Mediação; -Protagonismo.
  • 9. Como eu identifico na sala de aula uma Metodologia Ativa ?
  • 10. Para se envolver ativamente no processo de aprendizagem, o aluno deve ler, escrever, perguntar, discutir ou estar ocupado em resolver problemas e desenvolver projetos. Além disso, o aluno deve realizar tarefas mentais de alto nível, como análise, síntese e avaliação. Nesse sentido, as estratégias que promovem aprendizagem ativa podem ser definidas como sendo atividades que ocupam o aluno em fazer alguma coisa e, ao mesmo tempo, o leva a pensar sobre as coisas que está fazendo (BONWELL; EISON, 1991; SILBERMAN, 1996).
  • 11. Princípio Hands-on e Minds-on O aluno exerce um papel ativo no seu processo de aprendizagem, trazendo sua experiência e conhecimento prévio para a aula. O professor, por sua vez, organiza e planeja a melhor estratégia de ensino que possibilite ao aluno o estabelecimento de relações entre o conhecimento teórico e sua experiência prática, visando assim uma aprendizagem efetiva.
  • 12. Protaganismo do aluno Colaboração Ação- reflexãoPrincípios das Metodologias Ativas
  • 13. Por que usar Metodologias Ativas e Inovadoras nas escolas?
  • 14. Foco na Aprendizagem e no Protagonismo do Aluno... Mas, o que é Aprendizagem?
  • 15. Aprendizagem envolve 3 categorias: Engajamento Construção Consolidação
  • 16. Competências para a vida profissional e pessoal. Visão transdisciplinar do conhecimento. Visão empreendedora. Protagonismo do aluno. Desenvolvimento de nova postura do professor. Geração de ideias e de conhecimento e a reflexão. (CAMARGO; DAROS, 2018)
  • 17. O que eu compreendo por Educação 5.0?
  • 18. 1- automação 2- tecnologias que afetam o funcionamento do cérebro 3- narrativas tóxicas sobre sucesso e realização pessoal 4- mudança na estrutura de comunidades 5 – as chamadas “superpotências civis”
  • 19. Curadoria
  • 20. Etapas da Curadoria Pesquisa Análise Comparação Compartilhamento Contextualização Conexão
  • 21. ENGAJAMENTO DIMENSÕES COGNITIVA AFETIVA COMPORTAMENTAL AGENCIATIVA (VEIGA, 2016)
  • 22. ENCANTAMENTO FASES ANTECIPAÇÃO ENCONTRO INVESTIGAÇÃO DESCOBRIMENTO PROPAGAÇÃO (MACFALL, 2019)
  • 23. BASE TEÓRICA Metodologias Ativas
  • 24. Cognitivismo (Socio)Construtivismo - Teoria da Atividade e Aprendizagem Experencial Conectivismo
  • 25. John Dewey (1930) Ausubel (1960) Paulo Freire, Freinet, Montessori... Hernandez Zabala Mazur
  • 26. Flow Bem-estar Mudança de Comportamento Engajamento (Discente e Docente) Coreografias Didáticas
  • 27. Atenção!
  • 28. Fomo “Ansiedade gerada pela possibilidade de um evento emocionante ou interessante estar acontecendo em outros lugares, muitas vezes desper- tada pelas redes sociais”. Jomo “Alegria em ficar por fora.”
  • 29. T E N D Ê N C I A S O p e n U n i v e r s i t y
  • 30. Aprendizagem através de Jogos Aprendizagem com Robôs Decolononizar a Aprendizagem Aprendizagem Baseada em Drones Aprendizagem através do Encantamento Aprendizagem Ativa Estúdios Virtuais Aprendizagem Baseada no Lugar Tornar o Pensamento Visível Rotas da Empatia
  • 31. Ruptura com a visão simplista; Conhecer a matéria; Questionar o senso comum; Conhecer sobre aprendizagem; Analisar criticamente o ensino tradicional; Saber preparar atividades; Saber dirigir trabalhos dos alunos; Saber avaliar; Associar ensino e pesquisa didática. (CARVALHO; GIL-PEREZ, 2012) Necessidades Formativas
  • 32. Processos Aprendizagem personalizada; A aprendizagem colaborativa, entre pares; A aprendizagem por orientação com profissionais mais experientes (MORAN, 2015).
  • 33. Zonas de Aprendizagem *Investigar *Criar *Trocar *Desenvolver *Interagir *Apresentar (THE FUTURE CLASSROOM LAB, 2016)
  • 34. Cenários de Aprendizagem Flexibilidade Conforto Estimulação Sensorial Suporte Tecnológico Descentralização dos Espaços de Aprendizagem
  • 35. Salas Flexíveis Engajar mais os estudantes e os professores; Promover mais interação; Personalizar a experiência de aprendizado; Estimular atividades “mão na massa”; Diminuir os índices de evasão escolar; Aumentar a concentração Desenvolver competências socioemocionais.
  • 36. Aceleração Cognitiva ( CASE) Conflito Cognitivo ( Piaget) Resolver o problema (Vygotsky) Metacognição
  • 37. Think - Pair - Share Pensar - Formar Pares - Compartilhar Pensar individualmente sobre um tópico da pergunta; Formar pares e discutir com o par; Compartilhar com o resto da classe.
  • 38. GAMIFICAÇÃO T E N D Ê N C I A M e t o d o l o g i a s A t i v a s
  • 39. Gamificar Regras Níveis Progressivos de Dificuldade. Conflito/Cooperação/Competição. Pontuação. Recompensa e Feedback. Narrativa de Fundo. Personalização de Percursos. Ranqueamento.
  • 40. ENSINO HÍBRIDO T E N D Ê N C I A M e t o d o l o g i a s A t i v a s
  • 41. Rotação por Estação Laboratório Rotacional Rotação Individual Sala de Aula Invertida Flex À La Carte Virtual Enriquecido
  • 42. CULTURA MAKER/ PROTOTIP AGEM T E N D Ê N C I A M e t o d o l o g i a s A t i v a s
  • 43. DESIGN & APRENDIZA GEM T E N D Ê N C I A M e t o d o l o g i a s A t i v a s
  • 44. *Tem o objetivo de interpretar e analisar o design de aprendizagens de professores, assim como prover feedback para professores e estudantes. *Título, Tipo de atividade (Ler, Ver, Ouvir, Colaborar, Discutir, Investigar, Praticar e Produzir ), Duração, em minutos da atividade, Organização dos estudantes, Participação do professor, Anexos (Pesquisa), Descrição e Notas. Design Learning
  • 45. Design Thinking A metodologia é organizada em cinco etapas: 1.Descoberta 2.Interpretação 3.Ideação 4.Experimentação 5.Evolução 1. Compreender o Problema 2. Projetar Soluções 3. Implementar a Melhor Opção 4. Prototipar (FILATRO; CAVALCANTI, 2018)
  • 46. MOBILE LEARNING T E N D Ê N C I A M e t o d o l o g i a s A t i v a s
  • 47. Utilização de qualquer equipamento que possibilite a conexão do jovem com o conhecimento e promova o compartilhamento de ideias, informações, imagens etc. (TRAXLER, 2015)
  • 48. Funcionalidades
  • 49. Câmera (capturar vídeo e imagem, realidade aumentada, leitor de QR) Leitor de documentos (eBook, PDF) Geolocalização (GPS, mapeamento) Sensores internos e externos (acelerômetros, barômetros, compasso, giroscópio). Media Player/Playback (imagem, vídeo, áudio, podcast) Microfone (gravação de voz, podcast) Notificação (alerta, som, vibração) Pesquisa Comunicação de curto alcance (Bluetooth, Wi-fi)
  • 50. Mensagem de texto (SMS, MMS) Interação Touchscreen Comunicação de voz (telefone) Relógio Microprojeção Apps Conectividade com Internet Portabilidade/Mobilidade/Ubiquidade Memória Periféricos In e Output Cloud
  • 51. SPACED LEARNING T E N D Ê N C I A M e t o d o l o g i a s A t i v a s
  • 52. MINI QUADROS BRANCOS T E N D Ê N C I A M e t o d o l o g i a s A t i v a s
  • 53. MAPAS CONCEITUAIS T E N D Ê N C I A M e t o d o l o g i a s A t i v a s
  • 54. MAPAS CONCEITUAIS T E N D Ê N C I A M e t o d o l o g i a s A t i v a s
  • 55. www.redecpe.com.br
  • 56. Gratidão!
  • Related Search
    Similar documents
    View more
    We Need Your Support
    Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

    Thanks to everyone for your continued support.

    No, Thanks
    SAVE OUR EARTH

    We need your sign to support Project to invent "SMART AND CONTROLLABLE REFLECTIVE BALLOONS" to cover the Sun and Save Our Earth.

    More details...

    Sign Now!

    We are very appreciated for your Prompt Action!

    x