Arquitetura contemporânea e geometria fractal: Kisho Kurokawa

Please download to get full document.

View again

All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
Share
Transcript
  443 XIII SALÃO INICIAÇÃO CIENTÍFICA UNIVERSIDADE FEDERALUNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SULDO RIO GRANDE DO SUL  Ciências Sociais Aplicadas 444 Sessões temáticasAgronegócios...............................................................................................................................445Planejamento Urbano e Regional.................................................................................................446Tecnologia de Informação............................................................................................................449Filosofia e Direito Constitucional................................................................................................451Economia e Finanças....................................................................................................................454Direito Constitucional e Reforma Constitucional........................................................................457Comunicação e Informação I.......................................................................................................460Tecnologia de Arquitetura e Urbanismo......................................................................................462Direito da Personalidade, Direito Civil e Constitucional.............................................................465Organizações e Relações de Trabalho..........................................................................................468Direito Civil e Direito do Consumidor.........................................................................................471Direito Tributário, Direito do Consumidor e Agrário..................................................................473Sistemas Produtivos e Logística..................................................................................................476Direito Penal e Direito de Família...............................................................................................479Direito Internacional de Integração e Mercosul...........................................................................481Marketing e Turismo....................................................................................................................484Projeto de Edificações e Espaços Abertos...................................................................................486Comunicação e Informação II......................................................................................................489Ciência e Tecnologia....................................................................................................................491Direito Constitucional e Processo Civil I.....................................................................................493Direito Constitucional e Processo Civil II...................................................................................495Teoria e História da Arquitetura e Urbanismo.............................................................................498  Ciências Sociais Aplicadas 445 Sessão 1 Agronegócios MERCADO EXPORTADOR DE CARNES DO RS E SUA RELAÇÃO COM A TAXA DE CÂMBIO REAL:UMA ANÁLISE DE LONGO PRAZO ATRAVÉS DA UTILIZAÇÃO DOS MODELOS ESTRUTURAIS DESÉRIE DE TEMPO.    Andressa do Prado Ongaratto, Wilson Luiz Rotatori, Alexandre Bandeira Monteiro e Silva, (Centro Regional de Economia e Administração, Faculdade de Economia e Administração).As mudanças na política econômica implementada com o início do Plano Real, entre as quais uma alteração no regime cambial,parecem ter afetado de maneira distinta o setor de carnes do Rio Grande do Sul. Nesse trabalho analisou-se os quantuns e da taxade câmbio real envolvendo o período de jan./1992 a dez./2000, objetivando relacionar os movimentos da taxa de câmbio real como comportamento das séries de exportação de carnes do estado do Rio Grande do Sul. Adotou-se a metodologia dos modelosestruturais de séries de tempo (MEST) para as séries de exportação de carnes (avícola, suína e bovina). Os resultados geraisdemonstram que o comportamento de longo prazo das exportações gaúchas de carne de frango e suína (a partir de 1995) não éafetado pela taxa de câmbio real, de maneira que, frente ao processo de valorização do período 1995 a 1998 e após-99 a tendênciapositiva das exportações de carne se manteve. Em particular observou-se que o setor de carne de frango apresenta uma dinâmicaprópria de crescimento e ganhos de competitividade no longo prazo em mercados internacionais, refletindo uma estratégia daindústria em manter participação no mercado independentemente de oscilações de curto prazo. O mesmo não ocorreu com omercado de carne bovina, que seguiu o ritmo da valorização cambial do período de 1995 a 1998, só retornando a patamares dopré-Plano Real com a desvalorização da moeda, a partir de janeiro de 99, mas ainda de maneira insuficiente, em face da retomadade valorização no segundo semestre de 99 e no decorrer do ano 2000. (CNPq/UPF). ANÁLISE SÓCIO-ECONÔMICA DOS PRODUTORES AGRÍCOLAS DO MUNICÍPIO DE PASSOFUNDO- RS. Gabriela Bilibio Riviera, Luiz Fernando Fritz Filho   (Centro Regional de Economia e Administração,Faculdade de Economia e Administração, UPF).O estudo pretendeu analisar as principais atividades agrícolas realizadas pelos produtores rurais do município dePasso Fundo. Para tanto, foram traçados os seguintes objetivos: a) identificar e analisar as modificações ocorridas no conjunto deatividades agropecuárias no período entre as décadas de 1970 e 1990; b) conhecer a percepção dos órgãos públicos ligados aosetor agrícola do Município sobre a atual estrutura agrícola dos produtores. O método utilizado para atingir o primeiro objetivo foia análise descritiva, com a utilização das seguintes variáveis: população, condição do produtor, estratos de área, número deestabelecimentos e área utilizada por atividade, principais culturas permanentes e temporárias, atividades de criação e valor brutoda produção. Para responder ao segundo objetivo foram realizadas entrevistas junto a órgãos públicos e entidades diretamenteligadas ao setor agrícola. Como fonte de dados foram utilizados os Censos Agropecuários de 1970, 1975, 1980, 1985 e 1995-96,publicados pelo FIBGE, e Anuário Estatístico, edição 1997, publicado pela FEE. Além disso foram efetuadas entrevistas comrepresentantes das seguintes entidades: Secretaria Municipal da Agricultura, Emater (escritório Passo Fundo), Sindicato dosTrabalhadores Rurais de Passo Fundo, Banco do Brasil (setor agrícola) e produtores do Município. Os resultados preliminaresmostram que, a partir da década de 1980, Passo Fundo apresentou um decréscimo na população rural e incremento na atividadeagropecuária. Especificamente, dentre as lavouras temporárias, verificou-se um incremento na quantidade produzida eprodutividade da cultura da soja, a partir de1970 até os dias de hoje. A pecuária apresentou aumento de efetivo, fato explicadoparcialmente devido à expansão de indústrias suínas e avícolas na região, a partir de 1980. Outro fato constatado, durante asentrevistas, foi a expansão da bovinocultura de leite, além da percepção, por parte de todos os entrevistados, da falta deprofissionalização no meio rural do Município. (FAPERGS / UPF). INCERTEZAS E ESPERANÇAS: DIFICULDADES DE AGRICULTORES FAMILIARES DELIVRAMENTO NA COMERCIALIZAÇÃO DE SEUS PRODUTOS.  Letícia da Silva, Fernanda Gehrke, J. L.Bica de Mélo, (PPGCSA - Unisinos).Este trabalho é parte do projeto A pobreza na fronteira sul nos anos 90: estratégias de sobrevivência e permanênciano meio rural, que está vinculado ao PPGCSA da Unisinos, e tem como objetivo demonstrar, através de entrevistas realizadas comagricultores familiares de Livramento, as dificuldades na comercialização dos produtos, bem como as alternativas encontradaspara enfrentar os problemas. Os levantamentos realizados com uma amostra de dez famílias de horticultores, avicultores efruticultores indicaram uma série de dificuldades, tanto na produção quanto na comercialização. Neste último caso, forammencionados estradas deficientes, mercado limitado na cidade, baixos preços, concorrência com produtos de outras regiões dopaís e falta de incentivos por parte do poder público. Como alternativas de superação dessa situação, foram apontados anecessidade de políticas públicas específicas aos agricultores familiares, incentivo ao associativismo e investimentos naagroindustrialização. Na situação verificada, se medidas não forem tomadas para minimizar os problemas, a permanência defamílias no meio rural, em Livramento, se tornará inviável, não restando aos agricultores outra alternativa, a não ser a busca de umfuturo, sempre incerto, nos centros urbanos. (Financiamento: UNISINOS e FAPERGS). EVOLUÇÃO DA AGRICULTURA NA REGIÃO DA PRODUÇÃO/RS : ANÁLISE DOS EFEITOSESCALA E DE SUBSTITUIÇÃO NOS ANOS 70 A 90.   Fernanda Bambini, Luiz Fernando Fritz Filho, ThelmoVergara Martins Costa , Universidade de Passo Fundo.O trabalho analisa as modificações ocorridas, nas décadas de 70 a 90, nas principais culturas temporárias da Regiãoda produção. Esta região que é composta por 36 municípios, localizados na metade norte do estado do Rio Grande do Sul,destaca-se pela produção de grãos, especialmente, nas culturas da cevada, aveia soja, centeio, trigo, milho e linho. O estudo estádividido em duas partes. Primeiramente descreve-se as modificações ocorridas nas principais culturas temporárias da Região daProdução e seus impactos nos sistemas de produção. A segunda parte, mensura o efeito escala e o efeito substituição das culturas 001002003004  Ciências Sociais Aplicadas 446 de verão e de inverno. O método utilizado é o modelo desenvolvido por ZOCKUN (1978), que permite quantificar odeslocamento das culturas. As fontes de dados utilizadas foram a Produção Agrícola Municipal e o Censo Agropecuáriopublicados pelo IBGE. Os resultados iniciais demonstram ter havido expansão da cultura da soja, principalmente na década de 70,enquanto que o trigo, na última década, tem cedido espaço para a expansão de outras culturas de inverno, notadamente, a aveia.Cabe ressaltar que os resultados obtidos são preliminares e que o trabalho faz parte de um projeto de pesquisa em andamento,desenvolvido pelo Centro Regional de Pesquisa em Economia e Administração da Universidade de Passo Fundo. NOVAS FORMAS DE ORGANIZAÇÃO NA CADEIA DA CARNE BOVINA NO RS.  Márcio Souza deVargas, Gabriela C. Fereira, Antonio D. Padula (PPGA – Escola de Administração – UFRGS).No âmbito das cadeias agroindustriais, a evolução da demanda de produtos alimentares aponta para exigênciascrescentes tanto no que se refere à diferenciação de produtos quanto às questões de segurança alimentar. Nestecenário, uma maior articulação entre os elos destas cadeias é vital tanto para o desenvolvimento de novos mercados como para oatendimento da demanda daqueles já existentes. O presente trabalho trata especificamente da cadeia da carne bovina do RioGrande do Sul, e tem por objetivo estudar novas formas de organização que estão sendo estabelecidas na mesma. Busca-seanalisar se a forma de relacionamento entre os parceiros configuram a estruturação de uma cadeia de suprimentos na carne bovina.Embora o número de iniciativas de formação de cadeias coordenadas não seja grande, foi possível realizar 6 (seis) estudos de casono Rio Grande do Sul, tendo como elo iniciador e coordenador o varejista, o frigorífico e finalmente o produtor rural. Foramestudados dois casos em cada um dos três grupos. Os resultados revelam que, em função do objetivo de obter um produtodiferenciado – carne de novilho, houve a necessidade de estabelecer relações de parceria entre os agentes da cadeia. No entanto,ainda prevalece o comportamento oportunista nas relações entre os diversos elos, o que leva a se considerar que uma maiorestruturação dentro do conceito de Gerenciamento de Cadeia de Suprimento, no sentido strictu , ainda se revela bastante difícil, acurto prazo. (CNPq-Projeto Integrado). UM ESTUDO DO DESEMPENHO ECONÔMICO-FINANCEIRO DAS COOPERATIVAS AGRÍCOLASDA REGIÃO CENTRO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL .  Márcia B. Landerdahl, Mauri L. Löbler  (Departamento de Ciências Administrativas, Centro de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Federal de SantaMaria).Este trabalho teve por objetivo identificar o desempenho econômico-financeiro do setor de Cooperativas Agrícolas na RegiãoCentro do Estado do Rio Grande do Sul, durante os anos de 1995 até 1999. Além disso, buscou a elaboração de um ranking dasCooperativas envolvidas, a fim de demonstrar quais as maiores Cooperativas da região e quais se saíram melhor após a entrada emvigor do mais recente plano econômico brasileiro. Para elaborar a análise do desempenho econômico-financeiro, foram utilizadosalguns conceitos, como Índices de Endividamento, Índices de Liquidez e Índices de Rentabilidade, além de valores constantes nosBalanços Financeiros publicados e fornecidos por cada uma das Cooperativas analisadas. Durante o projeto, foram estudados osresultados de 11 (onze) Cooperativas Agrícolas da Região Central do Estado. Os resultados obtidos foram divididos em:Resultados por Cooperativa, Resultados Comparados e Ranking, de acordo com os diferentes aspectos analisados. Nos Resultadospor Cooperativa foi feita a análise anual da evolução das vendas, do lucro líquido, do endividamento, da liquidez e darentabilidade do patrimônio. Já nos Resultados Comparados foi realizada a análise anual do faturamento, do lucro/prejuízo bruto,operacional e líquido, e da margem líquida. Para a elaboração do ranking das Cooperativas Agrícolas foram definidas as seguintescategorias: maiores cooperativas por faturamento, melhores cooperativas em índice de liquidez corrente, melhores cooperativasem rentabilidade do patrimônio líquido, e melhores cooperativas em margens líquidas. INOVAÇÕES EM ALIMENTOS E PRODUTOS AGROINDUSTRIAIS. Patrícia Dias, Eugenio Avila Pedrozo (Departamento de Ciências Administrativas - Escola de Administração - UFRGS).Para acompanhar as mudanças cada vez mais rápidas dos nossos dias, deve-se ter um monitoramento permanente dasinovações tecnológicas. Para isso, é necessário um processo de identificação e a concretização das oportunidadesexistentes. As incubadoras de empresas de base tecnológica (EBTs) propiciam mecanismo para a realização de tais oportunidades.O estudo tem o propósito de identificar novas oportunidades de inovações em alimentos e produtos agroindustriais, com alto valoragregado, para serem explorados pelas EBTs no RS. Trata-se de uma pesquisa exploratória, de natureza qualitativa, apoiando-sena busca de dados secundários, principalmente em jornais e revistas, além dos dados primários obtidos em 15 entrevistas. Asentrevistas foram realizadas junto aos professores interessados em agronegócios e integrantes de várias unidades da UFRGS, emque destacamos as seguintes áreas: Administração, Agronomia, Biociências, Contabilidade, Economia Rural, Engenharia daProdução, Medicina Veterinária e Sociologia Rural. Os resultados já obtidos neste estudo apresentam as principais inovações emprodutos e alimentos sugeridas pelos professores, as quais foram agrupadas conforme natureza e utilização das mesmas. A buscade novos dados e a realização de entrevistas continuarão sendo realizadas, principalmente, junto aos alunos da pós-graduação.Nessa nova etapa os dados serão relacionados aos elos da cadeia produtiva, buscando outros agrupamentos, na tentativa deaproximar-se do objeto em estudo. Sessão 2 Planejamento Urbano e Regional OS ESTÍMULOS À PERCEPÇÂO NO PROJETO DE BRASÍLIA.   Karina de Oliveira Petry, Lineu Castello (Projeto “A Percepção da Estrutura Ambiental e a Gênese do Lugar no Meta-Urbanismo”, Departamento deUrbanismo, Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, UFRGS).Esta pesquisa integra um conjunto de investigações sobre as relações entre as áreas de Percepção Ambiental e deArquitetura e Urbanismo. O presente projeto estuda a cidade de Brasília, considerada como a expressão mais completa do 005006007008  Ciências Sociais Aplicadas 447 urbanismo modernista. Projetada para ser a capital do país, precisaria transmitir um tema, criar uma imagem, a de cidade sede dopoder do Estado. Deste modo, a cidade foi desenhada buscando utilizar formas que estimulassem uma determinada percepção depoder. O objetivo do trabalho é o de verificar quais elementos de desenho buscaram criar essa percepção. Como áreas para análiseforam selecionados: 1) o Eixo Monumental, 2) a Praça dos Três Poderes e a Esplanada dos Ministérios 3)uma superquadra doEixo Residencial. A metodologia inclui leituras sobre o tema e análise do projeto. O objetivo mais amplo da pesquisa é buscarassociação entre desenhos calcados em técnicas de percepção e seu emprego em projetos urbanos. (PROPESQ/UFRGS). DIVERSIDADE, CONTRASTE, COGNIÇÃO: DUAS "  MAIN STREETS " PARA UMA SÓ SERAFINA. Kênia do Espirito Santo, Lineu Castello (Departamento de Urbanismo, Faculdade de Arquitetura, UFRGS).A avenida Miguel Soccol, em Serafina Corrêa, cidade da serra gaúcha, é uma típica via central urbana, que estimulaa percepção e atrai a presença dos moradores por sua concentração de serviços, comércio e instituições. Entretanto,há mais ou menos uma década, a cidade foi contemplada com uma segunda rua principal , paralela à primeira: a Via Gênova,criada através de um projeto urbano que se utiliza de imagens iconográficas da arquitetura italiana, como referência às tradiçõesdos imigrantes que se fixaram na região. É um projeto que estimula a criação de uma ambientação fantasiosa, característica do queo Grupo de Pesquisa em Desenho Urbano e Percepção Ambiental chama de meta-urbanismo . O projeto introduziu na cidade umarua principal desenhada cenograficamente, como as main streets empregadas nos projetos temáticos da Disney Corporation.Porém, duas ruas tão próximas e com características tão diferentes, geram no mínimo uma diversidade pouco vista em cidades doporte de Serafina Correa. São gerados também contrastes entre o espontâneo e o projetado, além, logicamente de alteraçõesimportantes na cognição, que deriva da percepção que a população tem das formas urbanas. O foco do trabalho é estudar apercepção do observador sobre as duas vias, obtendo assim um estudo comparativo entre uma percepção que é estimulada; e umapercepção que resulta de estímulos espontâneos em lugares urbanos. Pesquisa de campo feita em dezembro de 2000 revela queambas as vias são percebidas pela população, porém a presença de ícones na Via Gênova estimula mais intensamente a percepçãoda população; a av. Miguel Soccol por sua vez, estimula a percepção pelos usos cotidianos que as pessoas fazem dosequipamentos. Foram utilizadas técnicas como questionários, mapas cognitivos, observação direta e cenário estruturado. (CNPq-PIBIC/UFRGS). PROJETO URBANO, PERCEPÇÃO AMBIENTAL, E A BUSCA DO ELO POSSÍVEL.  Lucas de Ross Welter, Lineu Castello (Faculdade de Arquitetura, Departamento de Urbanismo, UFRGS).Este projeto integra pesquisa CNPq sobre a percepção de ambientes urbanos característicos do que o Grupo dePesquisa em Desenho Urbano e Percepção Ambiental denomina de meta-urbanismo . Os casos a serem estudados sãoa cidade de Serafina Corrêa, na Serra Gaúcha, que conta com uma sucessão de exemplares arquitetônicos de réplicas de prédioshistóricos da Itália, denominado Via Gênova; e a cidade de Antônio Prado, também na Serra Gaúcha, que possui o maior acervode arquitetura em madeira da colonização italiana no Brasil. O objetivo do trabalho é investigar as relações entre percepçãoambiental e projeto através de dois enfoques contrastantes: 1) o uso, no projeto, de elementos já presentes no ambiente, e que sãoresponsáveis por estimular mais fortemente a percepção dos usuários; 2) a implantação no ambiente de elementos iconográficoscuja intenção é a de estimular determinada percepção, estabelecida conforme intenções específicas do projeto. Os objetivos finaisda pesquisa seriam os de desenvolver uma apreciação crítica de duas estratégias projetuais calcadas no uso da percepção. Uma,apoiada no emprego de elementos iconográficos contextuais pré-existentes, com a finalidade de reforçar uma percepção jápresente no ambiente; e outra, introduzindo artificialmente a representação iconográfica, de modo a estabelecer uma percepçãoproposta intencionalmente através do projeto. Um resultado esperado seria o de contribuir para o avanço do emprego da percepçãoambiental na metodologia projetual, de modo a tornar mais eficiente o potencial conferido por elementos percebidos comoiconográficos. Os dois enfoques serão investigados através de consulta e cruzamento de informações do banco de dados geradonas pesquisas realizadas em Serafina Corrêa; e pesquisa a ser efetuada, nas mesmas bases, em Antônio Prado. (BIC/FAPERGS). MAPEAMENTO DIGITAL DO MUNICÍPIO DE CAMAQUÃ COMO BASE PARA O REGISTRO DEINFORMAÇÕES. Sandra Paravisi, Iára R. Castello (Departamento de Urbanismo - Faculdade de Arquitetura -UFRGS).O trabalho objetiva a elaboração de um mapa digital do município de Camaquã a partir de imagens de satélite, cartasgeográficas do exercito e mapas urbanos diversos, o qual integrará um mapa da região Lagunar e Litoral Sul do Rio Grande doSul. Tal mapa constitui-se na base territorial necessária ao registro das informações da pesquisa em andamento, A Percepção, o Registro e a Divulgação dos Elementos Espaciais na Análise do Espaço . Reconhecido como um instrumento técnico, suamanipulação conjunta à um banco de dados, permitirá a localização e caracterização dos elementos estruturadores do espaçoinvestigados pelo referido projeto. Pela facilidade de operar em diferentes escalas, o mapa possibilita a rápida localização edescrição do patrimônio da cidade o que facilita sua apreensão pela população. Pretende-se centrar o trabalho nos procedimentostécnicos adequados à produção de um mapa digital, destacando as etapas: seleção dos elementos gráficos referenciais; composiçãode um mosaico cartográfico; georreferenciamento (transformação em coordenadas geográficas UTM); digitalização (em AutoCadMap R4) das feições selecionadas; definição e representação dos elementos gráficos e das características cromáticas (emCorelDraw). O mapa resultante poderá ser visualizado em múltiplas escalas; sua utilização permitirá identificar tanto o sistemaviário, o perímetro, os eixos de ruas e os espaços abertos, atributos do espaço urbano, como os limites municipais e distritais, ahidrografia, os acessos principais e sistemas de circulação e outros dados que permitam revelar desde aqueles elementosconfiguradores do espaço urbano até os recursos regionais. (UFRGS - PROPESQ / FAPERGS). A CONFIGURAÇÃO DO ESPAÇO URBANO - ELEMENTOS ESTRUTURADORES DA IMAGEMCOLETIVA. Simone R. Tonelotto, Vivian Parnow, Iára R. Castello (Departamento de Urbanismo, Faculdade deArquitetura, UFRGS).O trabalho está inserido no projeto  A Percepção o    Registro   e a Divulgação dos Elementos Espaciais na Análise doEspaço , onde a temática da análise regional é tratada em uma abordagem alternativa, sendo o espaço conhecido e recomposto apartir da ótica do local. Esta análise trata, especificamente, de apresentar e classificar os determinantes da organização do espaço 009010011012
Related Search
We Need Your Support
Thank you for visiting our website and your interest in our free products and services. We are nonprofit website to share and download documents. To the running of this website, we need your help to support us.

Thanks to everyone for your continued support.

No, Thanks
SAVE OUR EARTH

We need your sign to support Project to invent "SMART AND CONTROLLABLE REFLECTIVE BALLOONS" to cover the Sun and Save Our Earth.

More details...

Sign Now!

We are very appreciated for your Prompt Action!

x